Ouça agora na Rádio

foto-locutor

Buscando...

Buscando...

Destaques

Locais/Regionais

Compartilhe agora

Brusque Vence Marcílio Dias Nos Pênaltis E É Penta Da Copa SC

Postado em 03/06/2020 por

img-page-categoria

*Fonte imagem : Brusque Vence Marcílio Dias Nos Pênaltis E É Penta Da Copa SC*


Esporte SC

O Brusque novamente é o dono da Copa SC. Em um ano praticamente perfeito, o time venceu mais uma vez a competição para fechar a temporada de 2019 com chave de ouro.

Depois de conquistar o inédito título nacional da Série D, o time venceu a Copinha em cima do arquirrival Marcílio Dias para garantir mais uma vez vaga na Copa do Brasil.

O duelo acabou em 1 a 0 para o Marinheiro no tempo normal, mas como o Brusque venceu o jogo de ida por 2 a 1 a decisão acabou nos pênaltis. 

Nas penalidades máximas, Zé Carlos defendeu o pênalti de Lito, Luiz Renan bateu pra fora. Já o Brusque converteu as quatro cobranças com Thiago Alagoano, Ayrton, Moisés e Bambam, venceu por 4 a 2 e ficou com a taça. 

O JOGO

O Marcílio não demorou para botar fogo na decisão. Apoiado por uma bonita festa da torcida, o time de Itajaí precisou de apenas dois minutos para abrir o placar.

David Batista recebeu lançamento nas costas de Zé Matheus, passou por três marcadores e abriu o marcador na saída de Zé Carlos: 1 a 0.

Desorganizado e mal na partida, o Brusque viu o rival dominar o duelo. Aos 25, Guilherme Pitty cobrou falta perigosa, a bola explodiu no travessão. 

Dando muitos espaços, o Brusque assistia o Marcílio jogar. A única finalização perigosa do time visitante foi a cobrança de falta de Zé Matheus, que passou perto da trave.

ETAPA FINAL

No segundo tempo, o jogo continuou igual aos primeiros 10 minutos. Com o Marcílio em cima, e o Brusque acuado. A situação só mudou um pouco quando  Marco Antonio entrou no lugar de um apagado Robert, aos 12.

Foi na sequência que o Brusque teve as melhores oportunidades. Bambam e Rodolfo obrigaram Vitor Prada a fazer grandes defesas em chutes de longe. Mas foi só. Logo o Marinheiro voltou a ter o controle do jogo.

O time de Itajaí atacava em cima de Zé Matheus, numa pressão insuportável

De cabeça, Magrão chegou a acertar a trave aos 30 minutos. Vendo Anderson Ligeiro deitar e rolar no setor esquerdo em cima de Zé Matheus, Jersinho tirou Ruan e colocou o lateral Gustavo Henrique, deslocando Zé Matheus para o meio. O time sofreu menos, mas continuou sendo dominado até o apito final, que decretou a cobrança de pênaltis.

 Nos pênaltis, o Brusque foi mais eficiente, a estrela de Zé Carlos brilhou o time venceu por 4 a 1 e celebrou i quinto título na competição.

Esporte SC

Deixe um comentário

Ao enviar um comentário você concorda com nossas politicias de comentários, saiba no link ao lado. política de comentários