Ouça agora na Rádio

Tecnologia

Compartilhe agora

Cliente processa Starbucks após se queimar com embalagem defeituosa

Postado em 30/08/2021 por Sistema Plug

img-page-categoria

Fonte imagem capa:Imagem: oberaichwald/Pixabay

Uma texana chamada Mary Simms está processando a rede de cafeterias Starbucks, alegando ter sido vítima de queimaduras de primeiro grau quando, ao devolver um copo de café que lhe havia sido entregue erroneamente, a tampa se abriu derramando todo o conteúdo fervente em seu colo.

De acordo com as alegações iniciais do processo aberto no Tribunal Distrital do Condado de Harris, nos EUA, o fato ocorreu em um drive-thru da empresa reclamada, na cidade de Tomball, no Texas, no dia 14 de abril. Simms havia pedido um café e, ao se preparar para sair, o barista lhe informou que a entrega não estava de acordo com o seu pedido. Foi quando ocorreu o acidente.

O processo alega que, “como resultado do derramamento, [Simms] sofreu queimaduras de primeiro e segundo graus, causando ferimentos e danos pessoais graves. A vítima afirma que, em nenhum momento, foi alertada pela Starbucks sobre a condição inaceitavelmente perigosa criada pela tampa defeituosa, água quente e/ou líquido do café. Para ela, a empresa falhou em treinar seus funcionários, proteger as embalagens e manter a segurança dos clientes.


O que diz a Starbucks?

Fonte:Fonte: Jon Tyson/Unsplash/Reprodução

Fonte:  Jon Tyson/Unsplash 

Um porta-voz da Starbucks reconheceu ao site Business Insider que a empresa já havia tomado conhecimento da ação judicial, e está investigando a procedência das alegações. Para ele, a empresa leva a sério sua responsabilidade de fornecer um ambiente seguro e seus colaboradores têm muito orgulho em garantir que as bebidas sejam elaboradas com cuidado e entregues aos clientes com segurança.

A indenização pedida pela cliente na justiça americana é de US$ 75 mil, cerca de R$ 393 mil, para cobrir os danos pessoais, como despesas médicas, salários perdidos, bem como a perda de gozo da vida passada e futura.