Ouça agora

Destaques

Lateral

Locais/Regionais

Compartilhe agora

Diretoria e colaboradores se reúnem para discutir o planejamento estratégico da ACIBr

Postado em 06/02/2024 por

Feature image

*Fonte imagem : imagem-divulgacao-ACIBR*


Encontro teve como mediador o diretor superintendente do Instituto Del, Osmar Vicentin

Integrantes da Diretoria Executiva, colaboradores e consultores da Associação Empresarial de Brusque, Guabiruba e Botuverá (ACIBr) se reuniram na tarde de segunda-feira, 5 de fevereiro, para realizar o planejamento estratégico da entidade para os próximos anos. O encontro, realizado no Hotel Monthez, foi mediado pelo diretor superintendente do Instituto Del, Osmar Vicentin, organização não governamental que tem como missão criar ambientes favoráveis para a implementação de políticas públicas que fortaleçam o desenvolvimento econômico e social nos municípios.
Formada por diretores voluntários, que representam diversos segmentos, ao longo da reunião a diretoria da ACIBr elencou as principais demandas em cada setor, para criar um plano de ações para que se tenha resultados efetivos na busca por reivindicações da classe empresarial e também da região de Brusque, Guabiruba e Botuverá.
“É importante começarmos a nova gestão sabendo de onde partimos, para onde queremos chegar e qual o tempo que isso levará. Definimos o acompanhamento de um diretor para cada demanda/pleito, e com isso eles poderão ter todo o suporte da nossa Associação para realizar o máximo de ações possíveis em prol dessas bandeiras”, destaca o presidente da ACIBr, Marlon Sassi.
O mediador Osmar Vicentin afirma que esse alinhamento com a diretoria é fundamental para dar sequência ao trabalho de sucesso que já vem sendo realizado pela entidade. Durante o dia, várias prioridades foram elencadas e cada uma será trabalhada dentro do seu tempo. “Não podemos trabalhar em todas as prioridades, mas montamos um plano de ação, criamos um mapa estratégico para os próximos anos e imaginamos que algumas dessas ações são de curto prazo, que dentro dos 90 anos da ACIBr vamos conseguir realizar. Entretanto, muitas delas são complexas e, provavelmente, serão desenvolvidas para o centenário da entidade. Aqui também começamos a desenhar o que a entidade quer realizar nos próximos dez anos”, pontua.
A vice-presidente da ACIBr, Rita Cassia Conti, que também é vice-presidente estadual da Federação das Associações Empresariais de Santa Catarina (FACISC), destaca a importância desse aprofundamento, principalmente para pleitos importantes para Brusque e região, como o entroncamento da rodovia Antônio Heil com a BR-101, a Barragem de Botuverá, melhoria dos acessos entre Guabiruba e Brusque e a subestação de Botuverá. “A ACIBr sempre é protagonista em muitas áreas e aqui estamos nos aprofundando, discutindo como sociedade civil organizada. Falamos muito de capacitação, inovação, e o que fazer para melhorar o ambiente de negócios do nosso associado. Esse tipo de encontro é muito bom para termos um norte, melhorar esse alinhamento de ideias”, completou.

Desenvolvimento local
O presidente da ACIBr lembra que a entidade não é apenas uma associação de empresários, mas também uma comunidade que se reúne em busca do bem de toda a sociedade local, por isso, grande parte dos temas discutidos durante o planejamento estratégico beneficiam toda a cidade e até a região. “Em todas as nossas ações caminhamos sempre em direção a um bem comum. Não conseguimos ser felizes perto de pessoas que não estão, então vamos trabalhar sempre para que toda a comunidade seja beneficiada. Todas as ações que a ACIBr buscar, todas as bandeiras que levantar, é para a sociedade de Brusque, Guabiruba e Botuverá”.
O desenvolvimento local, inclusive, é um dos pontos que deve ser discutido com mais intensidade na associação, em busca de uma efetividade maior. De acordo com Vicentin, a entidade tem um sistema de governança e gestão muito fortes, assim como uma cultura associativista bem-sucedida. Entretanto, tem um gargalo na questão do desenvolvimento local, ou seja: a melhoria do ambiente onde as empresas estão inseridas. “Temos que ficar menos dependentes do setor público no aspecto do planejar, e que possamos no momento certo, colocar nos devidos locais os assuntos e, principalmente, usufruir mais dos recursos públicos que são tão escassos para Brusque. Temos alguns desafios nesse sentido e, por isso, vamos embalar em um grande programa pensando nos próximos anos da ACIBr”.
O diretor superintendente do Instituto Del ressalta ainda a capacidade que a ACIBr tem em entender suas limitações e trabalhar para encontrar soluções para demandas necessárias. De acordo com ele, muito se deve à dedicação dos colaboradores e diretoria que não medem esforços para construir uma sociedade melhor. “A ACIBr tem uma equipe técnica muito forte, muito bem organizada e isso é um diferencial competitivo, além dos diretores, todos voluntários, que estão aqui imbuídos no sonho maior de fazer uma cidade melhor. Percebemos que as boas práticas que acontecem em outros lugares a ACIBr tem trazido e tenho certeza que vamos chegar lá”, completou.

Deixe um comentário

Ao enviar um comentário você concorda com nossas politicias de comentários, saiba no link ao lado. política de comentários

três × 3 =