Ouça agora

Destaques

Lateral

Locais/Regionais

Compartilhe agora

Reitora da UNIFEBE integra comissão organizadora das celebrações de 150 anos da Grande Imigração Italiana em Santa Catarina

Postado em 07/02/2024 por

Feature image

*Fonte imagem : UNIFEBE-2*


Sesquicentenário será celebrado em 2025

A reitora do Centro Universitário de Brusque (UNIFEBE), professora Rosemari Glatz, é uma das integrantes da Comissão Santa Catarina-Itália, grupo responsável pela organização das celebrações de 150 anos da Grande Imigração Italiana em Santa Catarina, que será celebrada pelo estado em 2025. No dia 31 de janeiro, os membros se reuniram em Blumenau, na Fundação Cultural do município, e definiram a realização da Sessão Especial na Assembleia Legislativa de Santa Catarina, por sugestão da Cônsul Geral da Itália para os estados do Paraná e Santa Catarina, Eugênia Tiziana Berti. O ato será realizado no dia 26 de fevereiro, em comemoração ao sesquicentenário da chegada dos primeiros italianos ao Brasil.

A UNIFEBE e as celebrações
Além de integrar a Comissão, a instituição firmou em 2023, a parceria para fazer a editoração e diagramação do livro comemorativo pelos 150 anos da grande imigração italiana no Brasil, por meio da Editora da UNIFEBE. Na ocasião, a reitora da UNIFEBE também foi convidada para escrever um dos primeiros capítulos, abordando a imigração italiana na região de Brusque, Botuverá, Gaspar Guabiruba e Nova Trento. O pedido foi feito pela relevância de suas pesquisas e em reconhecimento às suas publicações envolvendo a temática. O livro será escrito coletivamente, por pesquisadores das diversas regiões de Santa Catarina.

Ainda em 2023, a UNIFEBE recebeu a Cônsul Geral da Itália para os estados do Paraná e Santa Catarina, Eugênia Tiziana Berti, e a reitora se reuniu com o novo embaixador da Itália no Brasil, Alessandro Cortese. A instituição também contribuirá com a programação comemorativa, por meio de ações culturais, como apresentações do Coro UNIFEBE e do Grupo de Teatro.

“Nossos vínculos com a Itália perpassam a cultura e a história. Em 2023, 37% dos nossos acadêmicos se identificaram como descendentes de italianos. Cabe a nós, uma instituição comunitária, evidenciar a esses estudantes a importância de conhecer e se apropriar de suas raízes. Nesse sentido que, estamos cada vez mais buscando parcerias para intercâmbios e pesquisas internacionais”, salienta a reitora.

História
No Brasil, os primeiros 388 imigrantes italianos desembarcaram em 21 de fevereiro de 1874, no porto de Vitória, no Espírito Santo, a bordo do navio “La Sofia”. Esse evento marcou o início da grande imigração italiana no país. Em Santa Catarina, os primeiros 108 colonos italianos chegaram em 1875, estabelecendo-se em Brusque. Atualmente, o Brasil detém o título de país com o maior número de descendentes de italianos no mundo, e Santa Catarina é o segundo estado brasileiro com o maior contingente de descendentes, contando com mais de 100 mil catarinenses que possuem cidadania italiana.

Deixe um comentário

Ao enviar um comentário você concorda com nossas politicias de comentários, saiba no link ao lado. política de comentários

catorze − treze =